Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Livros, Arte e cultura



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 vozes do caos
 BOL - E-mail grátis
 rubemalves
 algumapoesia
 vivendadasletras
 nominimo
 astormentas
 meiodia
 artepaubrasil
 poesiaeterna
 sodiler
 expressoes
 miles
 contosepoesias
 paralerepensar
 carpinejar
 cristalpoesia
 pintoresbrasileiros
 períodosdapintura
 coreseimagens
 supersites
 apaginadejung
 filosofiavirtual
 mundodosfilosofos
 conscienciafilosofia
 pintoresfamosos
 espaçokandinsky
 manabumabe
 uoldiversaoearte
 pranos
 sonetos
 pensamentos
 casa do bruxo
 poesias
 abc Gallery
 artesplásticas
 galeriamoderna
 citações
 poesia internacional
 expressões latinas
 telas universais
 jornal de poesia
 diretorio de blogs
 arte na net
 kings gallerie
 galeria lyons
 cinema
 artes plásticas
 galeria virtual
 biografias
 galeria de telas
 artes
 artistas de vanguarda
 telas grandes
 ardon
 pinturas universais
 história da arte
 Chave de Letra
 senhora da hora
 fisico cínico
 mario barata
 meus rastros
 contexto moderno
 obscured by clouds
 dicas virtuais
 Blog da Paola
 marcelo anjo
 Paraíso Niilista
 epsódio relicário
 Santiago
 Litterarius Magister
 Uivantes
 Miranda Filosofia
 Recanto Azul
 Métodos Caóticos
 Filosofia e Mitologia
 Retalhos da Mente
 Philosofia da Vida
 Mundo Vontade e Representação
 o canto novo
 Filosofia Traduzida
 Alma Perfumada
 Sobre Minha Mente
 Diario/ Bobo da Corte
 Poesia:expressão da alma
 Blog de Arte
 exército sem pátria


 
Eclipse Mental


Nos últimos dias estou tendo dificuldade de fazer novas postagens.

Aparece uma mensagem do UOL avisando que o espaço está esgotado.

Orienta para republicar o blog.

Para evitar a republicação comecei a apagar os arquivos anteriores.

Mesmo assim, a medida que tento postar notas com imagens a mensagem volta a aparecer.

E haja tempo para apagar mais arquivos.

Com isso, resolvi mudar.

Estamos indo para um novo endereço. Espero que gostem do novo visual.

Um abraço.

 

Acesse:

http://luc13be.blogspot.com/



Escrito por firewall às 09h38
[] [envie esta mensagem] []



JEAN RAFFAELLI

                                      



Escrito por firewall às 09h38
[] [envie esta mensagem] []



Saudade é lapso que dói por excesso de memória.
 
E saudade manda quando morde e o juízo
 
obedece quando pode.
 
 
 
                                             CARLOS NEJAR
 

 



Escrito por firewall às 09h38
[] [envie esta mensagem] []



                                  (JOHN LAVERY)



Escrito por firewall às 09h37
[] [envie esta mensagem] []



Creio que cada um deve ter uma opinião própria sobre todas as coisas,

 acerca das quais são possíveis opiniões, porque ele mesmo é uma coisa

 singular, única, que ocupa uma posição nova, nunca vista, em relação a

todas as outras coisas. Mas a preguiça, que jaz no fundo da alma do homem

ativo, impede-o de tirar água do seu próprio poço. Com a liberdade das opiniões

 passa-se o mesmo que com a saúde: ambas são individuais, nem de uma nem

 de outra se pode formular um conceito universalmente válido.

Aquilo de que um indivíduo necessita para a sua saúde já é motivo de doença

 para outro, e muitos caminhos e meios para se chegar à liberdade de espírito

 podem ser considerados por naturezas superiormente desenvolvidas como

 caminhos e meios que afastam da liberdade.



Friedrich Nietzsche - Humano, Demasiado Humano



Escrito por firewall às 09h36
[] [envie esta mensagem] []



                             (G.BELLOWS)



Escrito por firewall às 09h34
[] [envie esta mensagem] []



Quando a luz estender a roupa nos telhados
E for todo o horizonte um frêmito de palmas
E junto ao leito fundo nossas duas almas
Chamarem nossos corpos nus, entrelaçados,

Seremos, na manhã, duas máscaras calmas
E felizes, de grandes olhos claros e rasgados...
Depois, volvendo ao sol as nossas quatro palmas,
Encheremos o céu de vôo encantados!...

E as rosas da Cidade inda serão mais rosas,
Serão todos felizes, sem saber por quê...
Até os cegos, os entrevadinhos... E

Vestidos, contra o azul, de tons vibrantes e violentos,
Nós improvisaremos danças espantosas
Sobre os telhados altos, entre o fumo e os cata-ventos!



Mario Quintana



Escrito por firewall às 09h30
[] [envie esta mensagem] []



                                                 



Escrito por firewall às 20h05
[] [envie esta mensagem] []



Quando um livro é amado pelos leitores
 
e odiado pelos críticos, devemos suspeitar
 
de que está em andamento uma revolução
 
de costumes.
 
 
                                                   (ERICA JONG)


Escrito por firewall às 20h04
[] [envie esta mensagem] []



                                                (BURNE JONES)



Escrito por firewall às 20h03
[] [envie esta mensagem] []



Com que frequência caminhei no quarto de um lado para o outro,

 com o desejo inconsciente que alguém me insultasse ou

proferisse alguma palavra que eu pudesse interpretar como um

 insulto, para que eu desabafasse a minha raiva em alguém.


É uma experiência muito simples que acontece quase diáriamente,

 e ainda para mais quando existe algum outro segredo, uma

 aflição no coração, para o qual se deseja dar uma expressão

 verbal mas que não se consegue.



Fiodor Dostoievski  -   'Humilhados e Ofendidos'

 

 



Escrito por firewall às 20h02
[] [envie esta mensagem] []



                                   



Escrito por firewall às 20h01
[] [envie esta mensagem] []



O último olhar do condenado não é nublado

sentimentalmente por lágrimas

nem iludido por visões quiméricas.

O último olhar do condenado é nítido como uma fotografia:

vê até a pequenina formiga que sobe acaso
 
 pelo rude braço do verdugo,

vê o frêmito da última folha no alto daquela árvore, além.....

Ao olhar do condenado nada escapa,
 
como ao olhar de Deus.

- um porque é eterno, o outro porque vai morrer.

O olhar do poeta é como o olhar de um condenado....
 
como o olhar de Deus....
 

                                              (MARIO QUINTANA)


Escrito por firewall às 20h00
[] [envie esta mensagem] []



WILLIAM BRADFORD

                                                     



Escrito por firewall às 20h18
[] [envie esta mensagem] []



O tempo se bifurca perpetuamente rumo a inumeráveis futuros.

Num deles ele é meu inimigo.



JORGE LUIS BORGES



Escrito por firewall às 20h16
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]